• João Paulo Campos Cardoso

Os segredos da produtividade do Steve jobs

Steve Jobs é aquele tipo de líder que marcou tanto a nossa geração que ainda durante muitos anos surgirão novos livros, filmes e histórias sobre passagens marcantes da sua vida que vale a pena conhecermos. Tanto exemplos positivos quanto outros que mostram exatamente o que não devemos fazer em nossas empresas.


Foi pensando nisso, que trouxemos para vocês uma lista de ações que o Steve Jobs mantinha ao longo da sua vida para aumentar o foco e ter mais produtividade.

Vamos lá conferir?


1. Tenha o foco do Steve Jobs


Walter Isaacson, escritor da biografia do Steve Jobs, descreve que a rotina de Steve Jobs era restrita. Era focado e direto. Fechava-se completamente do resto do mundo.


Isaacson escreve: “Steve era muito, muito rigoroso em filtrar o que ele considerava distrações. As pessoas o procuravam com todo tipo de problemas – problemas legais, problemas pessoais, qualquer que fosse. E se ele não quisesse lidar com isso, ele não focaria nisso. Ele lhe dava uma espécie de olhar vazio. Ele não respondeu, não respondeu e-mail … Ele selecionou quatro ou cinco coisas realmente importantes para ele se concentrar e depois filtrou – quase brutalmente – o resto. ”

Filtre os itens não essenciais.


2. Remova ou evite os gatilhos de distração


Tudo ao seu redor interfere no seu comportamento e na sua maneira de pensar. Exemplos: Ouvir cachorro latindo gritando pode provocar raiva ou dispersão. Ver uma notificação do WhatsApp pode desencadear o desejo de verificar o celular.

Uma dica essencial é evitar tudo que possa causar distrações, logo abaixo citaremos maneiras específicas de fazer isso:


  • Bloquei sites e aplicativos que causam distração (eu recomendo usar o FocusMe ou Cold Turkey ).

  • Exclua jogos em seus dispositivos.

  • Oculte o controle remoto da TV.

  • Instale um cronômetro que desligue automaticamente o Wi-Fi em períodos específicos do dia (ou à noite).

  • Instale uma extensão que exibe uma página em branco em vez de miniaturas quando você abre uma nova guia (eu uso a Página Vazia Nova Guia no Chrome).

  • Desligue o telefone e coloque-o em outra sala.


3. Gerencie seus sentidos

Algumas pessoas fazem o seu melhor trabalho relacionando seus sentidos ao aprendizado. Exemplos: Pessoas superestimados pelos sons, visões e cheiros e dificilmente conseguem se concentrar, por isso procuram lugares que tenham haver com o sentidos.


Descobrir quais estímulos sensoriais funcionam melhor para você e dobrá-los. Se você se distrair com o ruído, use fones de ouvido com cancelamento de ruído. Se você faz o seu melhor trabalho enquanto escuta músicas, faça-o. Se seu sentindo está ligado ao olfato, escolha uma boa essência para ambiente. Pense nos seus cinco sentidos – som, toque, visão, olfato, paladar – e elimine o que o distrai.


4. Comunique a outras pessoas

Colegas, familiares, amigos ou vizinhos podem ser interruptores. A melhor maneira de pará-los é treiná-los. Diga a eles que você tem um foco profundo entre as 8 e as 10 da manhã, durante o qual prefere o mínimo de comunicação possível.


Ou use um sinal de “Não perturbe”. Você pode literalmente fazer um sinal e/ou pendure uma placa na porta do escritório.


Outra dica é usar fones de ouvido, as pessoas tendem não incomodar.

5. Use uma lista de tarefas


Digamos que você esteja trabalhando intensamente em um projeto importante quando, de repente, tiver uma ótima ideia de negócio ou lembre-se de que deve ligar para um amigo ou enviar um e-mail. Em vez de mudar de tarefa e fazer isso imediatamente, coloque-o numa lista e volte a ele mais tarde.


Indico uso do aplicativo Notes ou Evernote, ou o tradicional papel e caneta ou até mesmo um documento do Word.


6. Use o aplicativo Pocket


Sabe aquele artigo que você encontra e desperta o interesse? Bem, você não deve lê-lo imediatamente, porque isso irá atrapalhar sua concentração na atividade atual. Em vez disso, o que você precisa fazer é clicar em um botão no navegador, que salva automaticamente o artigo em todos os seus dispositivos para que você possa lê-lo mais tarde. Para isso, utilize o aplicativo POCKET.


7. Silencie seu telefone.

Quanto menos você utiliza o smartphone, menos seu desempenho cognitivo será prejudicado e menos ansioso você ficará.


Se você quiser se distrair, coloque o telefone no modo avião ou desligue-o completamente.


8. Desativar notificações

Você não precisa ser notificado sobre o mais recente escândalo de um famoso, a mais recente polêmica de políticos ou os resultados de Esportes com os quais você realmente não se importa.


Sua melhor aposta para recuperar seu tempo e foco é acessar as configurações do dispositivo e desativar todas as notificações, exceto chamadas telefônicas urgentes.


9. Utilize a técnica de Pomodoro


Mesmo se você seguir todas as dicas deste artigo, ainda vai perder tempo nas mídias sociais, no seu cliente de e-mail, no YouTube ou com sua outra distração favorita. Então, o que você deve fazer depois de ceder a uma distração e não sentir vontade de voltar a fazer algo mais inteligente?


Utilize a Técnica de Pomodoro, que consiste em:

  • Escolha e listar as tarefas a serem executadas;

  • Ajuste o cronômetro para o tempo desejado (geralmente 25 minutos);

  • Escolha a tarefa inicial;

  • Trabalhe na tarefa escolhida até que o alarme toque. Se alguma distração importante surgir, anotá-la e voltar o foco imediatamente de volta à tarefa;

  • Quando o alarme tocar, fazer uma marcação em um papel para contabilizar quantidade de intervalos.

  • Se houver menos de 4 marcações, fazer uma pausa curta (3-5 minutos);

  • Depois da quarta marcação, fazer uma pausa mais longa (10-30 minutos), zerando a contagem de marcações e retornando ao passo 1.


10.Medite


“Se você simplesmente sentar e observar, vai ver quão inquieta é sua mente. Se você tentar acalmá-la, só irá piorar as coisas, mas com o tempo ela se acalma, e quando isso acontece, há espaço para ouvir as coisas mais sutis – é quando sua intuição começa a florescer e você começa a ver as coisas mais claramente e está mais no presente. Sua mente apenas fica mais lenta, e você vê uma tremenda expansão no momento. Você vê muito mais do que podia ver antes.” Steve


O que Steve descreveu neste trecho é a meditação Zen. Steve descobriu a prática quando visitou a Índia na década de 70. Nos anos que se seguiram, ele continuou a praticar e aprimorar suas técnicas de meditação e sensibilização.


Agora que você já tem toda rotina de foco do Steve Jobs, bora praticar? Comente aqui no post o que você mais gostou e pretende implementar na sua vida.

© 2018 PRUDEM COACHING FOR YOU
CNPJ - 23.866.000/0001-74

PRUDEMCOACHING@GMAIL.COM

Av.Itália, Cariru, n° 3238,

Ipatinga/MG - CEP 35160114

TEL: (31) 3668-5164